ACTONEL

SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA

SANOFI ACTONEL® CHRONOS

(risedronato sédico) Sanofi-Aventis Farmacéutica Ltda.

Comprimido Revestido de Liberagao Retardada 35 mg

SANOFI

Leia sempre a bula, Hla traz informagdes importantes ¢ atualizadas sobre o medicamento,

ACTONEL® CHRONOS

risedronato s6dico

APRESENTACOES:

Comprimide revestido de liberagio retardada 35 mg: embalagem com 2 ou 4,

USO ORAL, USO ADULTO.

COMPOSICAO

Cada comprimido revestido de liberagio retardada contém 35 mg de risedronato s6dico, equivalents a 32,5 mg de dcido risedrOnico, Excipientes: celulose microcristalina silicificada, edetato diss6dico di-hidratado, amidoglicolato de s6dio, Acido estedrico, estearato de magnéaio, Eudragit® L30D-55, citrato de trietila, talco, 6xido fértico amarelo, simeticona ¢ polissorbato 80.

1, PARA QUE ESTE MEDICAMENTO£ INDICADO?

ACTONEL CHRONOS 35 mg ¢ indicado para:

~ Prevengio e tratamento da osteoporose (diminuigdo da quantidade de osso) em mulheres na p6s-menopausa para reduzir o isco de fraturas vertebrais ¢ nfo vertebrais, incluindo fraturas de quadril, ~ Tratamento da osteoporose em homens, ~ Tratamento da osteoporose causada pelo uso de corticoides (tipo de hormdnio que apresenta agdio antiinflamatétia ¢ ago sobre algumas células de defesa do organismo), ~ Preservagiio da densidade mineral 6ssea (quantidade de oss0) de pacientes em tratamento prolongado com corticoide,

2, COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

ACTONEL CHRONOS 35 mg ¢ um medicamento & base de risedronato s6dico, um bisfosfonato piridinil que inibe a perda de matetial 6sse0 preserva a mineralizagdo 6ssea,

3. QUANDO NAO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

ACTONEL CHRONOS nfo deve ser utilizado nos seguintes casos:

¢ Pacientes com hist6tico de reagbes alérgicas ao tisedronato s6dico on a qualquer excipiente;

¢ Pacientes com hipocalcemia (diminuigao da concentragho de cflcio no sangue) (ver ADVERTENCIAS E

PRECAUGOES),

¢ Se voo8 nfo pode ficar em pé ou sentado durante pelo menos 30 minutos).

¢ Paciente com insuficitncia severa dos tins (redugio grave da fungio do rins), Durante a gravidex ¢ lactagto, -1de11-

SANOFI

Este medicamento é contratndleado para uso por pacientes com insuficiéncia dos rins severa.

Kote medicamento nfo deve ser utTitzado por mulheres grévidas sem orlentagho médica,

4, 0 QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

ADVERTENCIAS E PRECAUCOES

Suplementos de cflcio, antidcidos, suplementos contendo magnésio ¢ ferro podem interferir com a absorgdo do ACTONEL CHRONOS, de modo que nfo devem ser ingeridos juntos. Assim, para obter o méximo de beneficio do medicamento, utilize 0 ACTONEL CHRONOS de acordo com a orientagio do seu médico ¢ as instrugSea de dosagem (ver COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO), principalmente, se voo8 fiver hist6ria de disttrbios esofgicos (alteragtes n0 es6fago).

Hipocalcemia deve ser corrigida antes de comegar o tratamento com ACTONEL CHRONOS. Disfungo do metabolismo 6:00 ¢ mineral, como por exemplo, deficiéncia de vitamina D e anormalidades da paratireoide, deve ser efetivamente tratada antes de iniciar o tratamento com o medicamento, Os pacientes devem receber suplemento de célcio e vitamina D se a ingestio através da dieta nfo soja adequada.

© ACTONEL CHRONOS pode causar irritagdo na mucosa do trato gastrintestinal superior (esbfago © estmago). Como este medicamento foi associado a esofagite (inflamagio do eaXfago), gastrites (inflamag&o do estOmago), ulceragies esofigicas (lesies no esbfago) ¢ ulceragies gastroduodenaia (lesies no esthmago © duodeno), Avise seu médico s¢ apresentar quaisquer sinais ou sintomas de uma posstvel reagio esofigica, especialmente nos pacientes com histéricode doengas no trato gastrintestinal supetior ou que estejam usando medicamentos contendo Acido acetilsalicflico ou outros antiinflamatériog nao hormonais (AINES).

Assim, recomenda-se aa seguintes precaugbes:

¢ Bm pacientes que apresentam antecedentes de alteragdo esofigica que retardam o trinaito ou o eavaziamento esofiigico (ex, estenose ou acalasia), ¢ Pacientes que so incapazes de permanecerem em posigdo ereta por pelo menos 30 minutos apts a ingestio do ¢ Sco risedronato ¢ dado a pacientes com problemas gastrointestinais superiores ou esofiigicos ativos ou recentes {incluindo conhecido esbfago de Barrett) Voc deve procurar atendimento médico caso verha a apresentar sintomatologia de irritagZo esoffgica como disfagia (ificuldadede deglutigao), odinofagia (dor & deglutigao), dor retroestemal (atrés do peito) ou aparecimentoypiora de azia, H& muito pouca experiéncia com risedronato em pacientes com doenga inflamatéria intestinal, Osteonecrose (morte do tecido 6sseo) de mandfbula também foi reportada em pacientes com osteoporose ¢ em tratamento com bisfosfonatos (classe de medicamentos a qual pertence o ACTONEL CHRONOS) por via oral.

-2de11-

SANOFI

Um exame dentétio preventive aproptiado deve set considerado antes do tratamento com bisfosfonatos em pacientes com fatores de risco concomitantes, por exemplo, c&ncer, quimioterapia, radioterapia, corticosteroides, higiene bucal inadequada, Durante o tratamento os pacientes deve evitar, se posafvel, os procedimentos dentais invasivos, Para os pacientes que desenvolvem osteonecrose da mandfoula durante o tratamento com bisfosfonatos, a cirurgia dentétia pode exacerbar {aumentat) a condigto, Para pacientes que necessitem de procedimentos dentérios, nfo existem dados dispontveis que sugiram que a descontinuagdo do tratamento com bisfosfonatos reduzam 0 risco de osteonectose da mandfbula, Um Julgamento clinico do médico baseado na andlise do risco/beneficio de cada paciente deverd otientar o que fazer em cada caso.

A osteonecrose do canal auditive extemo foi relatada com bisfosfonatos, principalmente em associagio com a terapia de longo prazo. Posstveis fatores de risco para osteonecrose do canal auditivo externo incluem 0 uso de esteroides ¢ quimioterapia e / ou fatores de isco locais, tais como infecgZo ou trauma A. possibilidade de osteonecrose do canal auditivo externo deve ser considerada em pacientes recebendo bisfosfonatos que se apresentam com sintomas de ouvido, de owvido crénicas.

incluindo infeogbes Fraturas atfpicas do femur Foram relatadas fraturas raras ¢ atfpicas do osso da coxa (Femur) com o uso de bisfosfonatos, principalmente em pacientes que receberam tratamento em longo prazo (mais que5 anos) para a osteoporose, Essas fraturas obliquas transversais ov curtas podem ocorrer em qualquer lugar ao longo do fémur, mas em geral so mais comuns no meio do femur ou abaixo.

Estas fraturas ocorrem apts o mfnimo ou nenhum trauma ¢ alguns pacientes experimentam dor na coxa ou na virilha, muitas vezes associadas &s caracterleticas de imagem de fraturas por estresse, semanas ou meses antes de apresentar com uma fratura femoral completa. As fraturas sto muitas vezes bilaterais; portant, o femur do outro lado também deve ser examinado em pacientes tratados com bisfosfonatos que tenham sofride uma fratura atfpica do femur. Cicattizagio deficiente destas fraturas também foi relatada, Deve ser considerada a descontinuagio do tratamento com bifosfonatos em pacientes com suspeita de uma fratura atfpica do femur, com base em uma avaliagio beneficio-tisco individual.

Durante o tratamento com bifoafonatos, os pacientes devem ser orientados a relatar qualquer dor na coxa, quadril ou na vitilha e qualquer paciente que apresente tais sintomas deve ser avaliado para uma fratura de fmur incompleta, Efeito em Testes Laboratoriais Bisfosfonatos so conhecides por interferirem com o uso de agentes imagiolégicos do osso, Contudo, estudos especttficos com risedronato nfo foram conduzides.

Pequena dimimuigdo assintomdtica nos nfveis séricos de cAlcio e f6aforo foi observada em alguns pacientes, Gravidex ¢ amamentagho Estudos em animais mostraram que o risedronato atravessa a placenta, no entanto, como ainda no foram realizados estudos em mulheres grévidas, 0 risedronato deve set utllizado durante a gravidex somente se 0 potencial beneficio Justificar o potencial risco tanto para a mie quanto para o feto.

~3de11-

SANOFI

Nao se sabe se 0 risedronate ¢ excretado no leite humano, dessa forma, o médico deve avaliar se interrompe a amamentagdo ou se suspende o uso do medicamento, levando em consideragio a importincia do medicamento para a mae.

Nio existem dados suficientes sobre o uso de risedronato s6dico em mulheres grévidas. Estudos em animais demonstraram toxicidade reprodutiva. O potencial risco para o ser humano & desconhecido, Estudos em animais indicam que uma pequena quantidade de risedronato s6dico passa para o leite materno, Risedronato s6dico nfo deve ser usado durante a gravidez ou por mulheres que esto amamentando, Populagdes especiais Paclentes pediditricos A cficicia © seguranga em pacientes menotes de 18 anos de idade ndo foram estabelecidas.

Paclentes idosos ¢ com redugio da funglo dos rins ‘Vide “COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO” Alteraghes na capacidade de dirigir vefculos e operar méquinas Nio existem estudos que demonstrem que o risedronato interfere na capacidade de dirigir e/ou operar méquinas,

INTERACOES MEDICAMENTOSAS:

Nao foram realizados estudos formais de interago, no entanto nfo foram encontradas interapdes clinicamente relevantes com outros medicamentos durante os ensaios clfnicos, A ingestdio concomitante de medicamentos contendo cétions polivalentes (ex. célcio, magnésio, ferro ¢ alumfnio) irk interferir na absorpo do risedronate sédico.

Risedronato no é metabolizado sistemicamente, nfo induz nem inibe as enzimas microssommais hepiticas metabolizadoras (Citocromo P450) ¢ tem baixa ligagdo proteica, © revestimento do ACTONEL CHRONOS no resulta em mudangas na absongio de medicagbes concomitantes, incluindo agquelas com baixo indice terapCutico ou antivirais, A.adigho de suplemento de cflciovvitamina D ap6s a refeig&o resultou numa redugdo aproximada de 38% na quantidade de risedronato absorvido.

Apesar de nfo ter sido eatudado, se considerado aproptiado, o uso concomitante de ACTONEL CHRONOS com terapia de reposigdio hormonal pode ser considerado.

© uso concomitante com esomeprazol reduz a biodisponibilidade do ACTONEL CHRONOS dependendo do tempo de administragho do esomeprazol (antes do jantar ou antes do café da manha).

© uso concomitante de bloqueadores H2 ou inibidores da bomba de proton (PPIs) nfo diminuin a eficécia do medicamento, -4de 11

SANOFI

Suplementos de cflcio, antidcidos, suplementos contendo magnésio ¢ ferro podem interferir com a absorgdo do ACTONEL CHRONOS, de modo que no devem ser ingetidos juntos.

Interagiio Medicamento-Alimento Os alimentos nao interferem na absorgao do ACTONEL CHRONOS devido ao revestimento entérico do comprimido.

Informe ao seu médico se vocd esth faxendo uso de algum outro medicamento, Niko use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para asua satde.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

ACTONEL CHRONOS deve ser mantido em temperatura ambiente {entre 15-30°C).

Némero de lote ¢ datas de falirleacho ¢ validade: vide embalagem, Nilo use medicamento com o prazo de valldade vencldo. Guarde-o em sua embalagem original, Caracterfsticas do medicamento Comptimidos ovais, de cor amarela ¢ com a insctigdo BC 35 gravada em um dos lados.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento, Caso ele esteja no pram de valldade ¢ voc! observe alguma mudanga no aspecto, consulte o farmacéutico para saber se poderé utiltzs-lo, Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das criancas.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

ACTONEL CHRONOS deverd ser tomado imediatamente apés 0 café da manhd, Para facilitar a sua chegada ao estOmago ¢ reduzir 0 isco de itritago no esbfago, o comprimido deve ser ingerido inteiro, com Agua ¢ enquanto o paciente eat sentado ou em pé.

© comptimido nao deve ser mastigado, cortado ou amassado devido a potencial irritagto orofaringea ¢ devido a revestimento que & uma importante parte da formulagio, Pacientes devem evitar deitar por 30 minutos depois de ingetir o comprimido, ‘A dose recomendada ¢ de 35 mg uma vez por semana, ingerida sempre no mesmo dia de cada semana, Suplementos de célcio, antidcidos, suplementos contendo magnéaio e ferro niio devem ser ingeridos junto com ACTONEL

CHRONOS (vide INTERACOES MEDICAMENTOSAS).

Paclentes idosos Nenhum ajuste de dose é necessfrio.

~5del1-

SANOFI

Paclentes com redugio da fungo dos rins Nenhum ajuste de dose ¢ necessério em pacientes com insuficitncia dos tins de média a moderada, O ACTONEL CHRONOS nao ¢ recomendado em pacientes com insuficiéncia dos rins severa), Nio hd estudos dos efeitos de ACTONEL CHRONOS administrado por vias nfo recomendadas, Portanto, por seguranga ¢ para garantir a eficdcia deste medicamento, a administragio deve ser somente por via oral.

Siga a orlentagio desea médico, respeltando sempre os horérlos, as doses ¢ a duragio do tratamento.

N&o interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

Kote medicamento no deve ser partido ou mastigado,

7.0 QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso eaqquega de administrar uma dose, administre-a assim que posafvel. No entanto, se eativer préximo do horétio da dose seguinte, espere por este hotério, respeitando sempre o interval determinado pela posologia, Nunca devem ser administradas duas doses ao meamo tempo ou em um perfodo de tempo menor a 24 horas, Em caso de divides, procure orlentaglo do farmacéutico ou de sea médieo.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

A seguinte taxa de frequéncia ¢ utilizada para as reagbes adversas a seguir:

Reagdo muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utllizam este medicamento), Reagdo comum (ocorre entre 1% ¢ 10% dos pacientes que utilizam este medicamento), Reago incomum (ocotre entre 0,1% ¢ 1% dos pacientes que utilizam este medicamento), Reagdo rara (ocorre entre 001% ¢ 0,1% dos pacientes que utilizam este medicamento), Reagdo muito rara (ocotre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento), Reagdo desconhecida (niio pode ser eatimada a partir dos dados dispontveis), Infecgbes ¢ Infestaghes:

-Muito comum: nasofaringite (inflamagdo na regio da garganta e que pode se estender até.a regidio posterior das narinas) Comum: resfriado, infecgo do trato urinério, bronquite (inflamagho dos brOnquios), infeog’o do trato respiratério superior, faringite (inflamagdo da faringe), cistite (inflamaydo da bexiga), gastrentetite (inflamagho do eatimago ¢ do intestino delgado), Herpes Zoster, sinusite (inflamagao da mucosa nasal).

Distérblos gastrintestinats:

-Comum: diarreia, dor abdominal, dispepsia (mA digestio), constipagio (pris de ventre), vOmito, niusea (enjoo), dor abdominal superior, hemorroida, doenga do refluxo gastrocsofiégico (reflux de contetido do estomago para 0 esOfago, normalmente dcido, provocande queimago), hémnia de hiato (hémia do estOmago).

-6de 11-

SANOFI

Distérbios nmsculoesqueléticas do tecido conectivo ~Comum: artralgia (dor nas articulages), dor nas costas, dor nas extremidades, dor musculoesquelética, ostecartrite {Goenga articular degenerativa ¢ progressiva que é a forma mais comum de artrite), tendinite (inflamagao dos tendies), eapasmos musculares (contragées musculares), dor no pescogo.

Lesbes, envenenamentoe complicagSes processuals -Comum: desmaio, contusio, Distérblos do sistema nervoso -Comum: tontura, dor de cabepa, dor ciftica (dor na regidio das costas para as nidegas) Distérblos vasculares -Comum: hipertenstio (presafo artetial clevada) Distérbios da pele e tecido subcutfineo ~Comum: dermatite alérgica (reaglo alérgica da pele) Distérblos gerats ¢ condigSes no local de administragho ~Comum: fadiga (cansago) Investigagbes -Comum: aumento do hormdnio paratireoideano sangufneo (hormAnio produzido pela glandula paratireoide — glandula que se situa atrés ou no interior da glandula tireoide) ‘Distérbios resptratérios, torécicos edo mediastino:

~Comum: tosse Distérbios do metabolismo ¢ nutricionais:

~Comum: hipercolesterolemia (aumento do nfvel de colesterol no sangue) Distérblos sanguineos ¢ do sistema Hnfiitico:

-Comuns: anemia (redugo no ntimero de gl6bulos vermelhos do sangue) Distérblos pslquidtricos:

~Comuns: depressto Distérbios oculares:

~Comuns: catarata -Tde li-

SANOFI

[email protected] Distarbios do ouvido e do labirinto:

-Comuns: vertigem (tontura) Outras reagdes (conjunto de hepatobiliares adversas glandulas comuns:

que (distirbios do disttirbios produzem figado cardiacos, horménios), e da bile), disttirbios distirbios distirbios do do do sistema sistema sistema renal e urinario, reprodutivo imune e distirbios enddécrinos amamentacao, disttrbios e neoplasmas benignos, malignos e inespecificos (incluindo cistos e pdlipos).

O risedronato sédico foi avaliado em estudos clinicos fase III envolvendo mais de 15.000 pacientes. A maioria das reagdes adversas observadas nos estudos clinicos foi de gravidade leve a moderada e geralmente nao requereram a interrupc4o do tratamento.

As experiéncias adversas relatadas em estudos clinicos fase III em mulheres com osteoporose no periodo pés-menopausa tratadas por até 36 meses com S5mg/dia de risedronato sddico (n=5020) ou placebo (n=5048) e consideradas possivel ou provavelmente relacionadas ao risedronato sddico estao listadas a seguir de acordo com a seguinte conveng4o (incidéncias versus placebo estféo demonstradas em parénteses): muito comum (>1/10); comum (>1/100; 1/1000;

Distarbios do sistema nervoso:

Comum: cefaleia (dor de cabega) Distarbios oculares:

Incomum: irite (@nflamagao da fris) Distarbios gastrintestinais:

Comuns: constipac4o (prisao de ventre), dispepsia (ma digest&o), nausea, dor abdominal, diarreia.

Incomuns:

gastrite (inflamacgéo do est6mago), esofagite (inflamacao no esdfago),disfagia (dificuldade para duodenite (inflagéo do duodeno), tilcera do es6fago.

Raros: glossite (inflagao da lingua), estenose esofagica (estreitamento do esdfago).

Distarbios musculoesqueléticos e de tecidos conectivos:

Comum: dor musculoesquelética.

Investigacées (hepatobiliares):

Raro: testes de fun¢ao hepatica anormais* * Nao houve incidéncia relevante nos estudos fase III para osteoporose;

frequéncia baseada em eventos adversos/ laboratoriais / reintrodug4o em estudos clinicos precoces.

- 8 de 11-

SANOFI

Dados Pés-Comerclaltzaglo As seguintes reagtes adversas foram relatadas durante o perfodo de p6s-comercializagdo (frequéncia desconhecida):

Distirbios nos olhos: irite (inflamagiio da parte do olho chamada itis), uvette (inflamagio da parte do olbo chamada tivea).

Distirbios musculoesqueléticos ¢ de tecidos conectivos: osteonecrose de mandfbula Distirbios de pele ¢ do tecido subcutineo: hipersenaibilidade ¢ reagSes de pele, incluindo angioedema (inchago em regitio subcutinea ou em mucosas, geralmente de origem aléngica), rash (erupgies cutfineas) generalizado, urticéria (erupgo na pele, geralmente de origem alérgica, que causa coveira), reaptes cutneas bulbosas, algumas severas incluindo casos isolados de s{ndrome de Stevens-Johnéon (forma grave de reagdo alérgica caracterizada por bolhas em mucosas ¢ em grandes freas do corpo), necrélise epidémica t6xica (Quadro grave, onde uma grande extensio de pele comega a apresentar bolhas ¢ evolui com reas avermelhadas semelhante a uma grande queimadura) ¢ vasculite (inflamagio da parede do vaso sanguineo) leucocitocldstica, Perda de cabelo, Reagio anafildtica (reagdo alérgica grave ¢ imediata), Distérblos hepatobitiares:

Distirbios hepéticos graves. Na maioria dos casos relatados os pacientes também foram tratados com outros produtos conhecides por causar disttrbios hepdticos.

Durante a experitncia pés-comercializagiio, as seguintes reagbes foram relatadas:

Raros: fraturas subtrocantética atfpica ¢ femorais diafisétias (reagdo adversa da classe do bisfoafonato).

Muito raros: osteonecrose do canal auditivo externo (reagio adversa da classe do bisfosfonato) Informe so seu médico ou farmacfutico o aparectmento de reaghes indese}ivels pelo uso do medicamento, Informe também a empresa através do seu servigo de atendimento.

Atenglo: este produto é um medicamento que possu! nova forma farmacéutica ¢, embora as pesquisas tenham indicado eficdcla ¢ seguranca aceltévels, mesmo que Indlcado ¢ utiltzado corretamente, podem ocorrer eventos adversos Imprevisivels ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico.

9. O

QUE FAZER MEDICAMENTO?

SE ALGUEM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE

Nio existe informagio especifica para o tratamento da superdose com risedronato, Diminuigio do célcio no sangue seguido de substancial superdose pode set esperada em alguns pacientes. Sinais ¢ sintomas de hipocalcemia podem ocorrer em alguns destes pacientes, Ainda que o impacto desta intervengiio no tenha sido avaliado para ACTONEL CHRONOS, a administragdo de leite ou antidcidos (contendo magnésio, cAlcio ou alum{nio) pode ser til para reduzir a absorglo de risedronato s6dico. Em casos de superdosagem substancial, a lavagem géstrica pode ser considerada para remover o risedronato s6dico nfo absorvido. A formulagto com revestimento entérico € menos senafvel aos efeitos da ligagdo dos citions divalentes, Procedimentos padrlio que slo efetivos para o tratamento da hipocalcemia, incluindo a administragdo de -9 de 11-

SANOFI

cflcio intravenoso, seria eaperada para restabelecer as quantidades fisiolégicas de célcio ionizado ¢ aliviar os sinais ¢ sintomas da hipocalcemia, Fim caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico ¢ leve a embelagem ou bula do medicamento, se possfvel, Ligue para 0800 722 6001, se voc® precisar de mats orlentaghes.

DIZERES LEGAIS VENDA SOB PRESCRICAO MEDICA.

MS 1.1300.0269 Farm, Resp.: Silvia Regina Brollo CRESP 2° 9.815 Registrado por:

Sanofi-Aventis Farmactutkea Ltda.

Av, Mj. Sylvio de M, Padilha, 5200 — So Paulo — SP CNPS 02.685,377/0001-57 Indtistria Brasileira ® Marca Registrada Fabricado por:

Norwich Pharmaceuticals, Inc, 6826 State Highway 12, Norwich, New York (NY) 13815 Estados Unidos da América Embalado port ‘Warner Chikott Deutschland GmbH Dr, Otto-Rohm-Strasse 2-4 64331 Weiterstadt Alemanha Importado por:

Sanofi-Aventis Farmactutkea Ltda.

Rua Conde Domingos Papaiz, 413 - Suzano — SP NPS 02.685.377/0008-23 “Atendlmeni to ao Consumidor e a 0800- -703- 0014 10 de 11- SANOFI \\% IB161015 Ksta bula foi aprovada pela ANVISA em 03/11/2016.

- 11 de 11- Syd TV

v X SNVYL

1a ACLO ddvia4

ASH & X SNVHL

SdNdA Jd soavaino ‘Zz .

9

SVSOLNAWVOIGAW SHOOVHSLNI SSQONVOSUd

J SVIONSLYSAQV ‘Ss 3d SALNV Z1/09 OGY — BING ap OX] ~OAON oedeie /COLNANWOITAN | g10z/LL/80 | apap opdeoyion J31S3 YVSN - (LSPOL) Z1/09 Ody — BINg ep ~OAON ap opdee 9102/1/E0 | O]x9|SS opseoynon - (LSPOL)

OLNAWVOIGSW

21/09 OGY

OLNAWVOIGSW

sled — Bing @P

YAgVS OAC ND OF OU BOHINGOBUNE

4a 1 GavIaE al] Add JOUuO]OY Bp BONNIOeUUeL — OAON See TE (86r1) a}UaIpadxs | ajuaipadxa oed5eaoide op e3eq ‘ON ojuNnssy ep e}7eq ejng esaye anb oesedyN0U/oesnad ep sopeg :

aN 9102/11/60 a}UuaIpadxa a}UuaIpadxa op ejeq ‘ON ojuNnssy 231U01}9]9 OBSSIWIqNs ep sopeg yOL) ap opdee BUO} BAOU 9 | Z9WeSESHL | gt0z/Lo/et \"So opsecynon —OnoN | LF EHESSSS8) HHoz/e0/0e | O]x9| SdNdA | Buo}erou epveeingep | €10Z/P0/10 | oesniou

OLNAWVOIGSW WOO DW Se

Se

ESSN SAQSVOIGNIVH.LNOO

‘y/ EOLNAWVOIGAW ALS4 yvSsN OAAG OYN OGNVND ‘€

v X SNVYL

SV 1d 1V

DW

14 10 aaW 13H WODd

eX SNVAL

SV 1d 1V 18 LO GYVLaY al] Add

WOO DW SE

(SdA/dA) sepeuoneyjas e/Ng ap sus}| sagsejuasaidy | saosiaA seing ap sagsesaye sep sopegq ejng e eved oedsesa3z]7 Bp OD0}SIH g oxouy

SIVD3A71 SSAYAZIG

ASOCYsadNs ‘OL / ZOLNAWNVOIGAW

ALSSG VGVOIGNI V AND Od YHOIVW SqVCILNVND VWN YVSN WANS 1V

dS YaZVA AND O\'6

SVSHSAGV SAQ9VSHY

\'6/ EUVSNVO AW 3dOd

OLNAWVOIGAW ALSa AND SAIVW SO SIVND *8 OLNAWVOIGSW Od OLNSAWVNAZVINYV SANOFI

ACTONEL® (risedronato sédico) Sanofi-Aventis Farmacéutica Ltda.

Comprimido Revestido 150 mg ACTONEL® 150 mg risedronato sddico

SANOFI APRESENTACAO

Comprimidos revestidos 150 mg: embalagem com 1.

USO ORAL. USO ADULTO COMPOSICAO

Cada comprimido revestido contém 150 mg de risedronato sddico equivalente a 139,2 mg de acido risedrénico.

Excipientes: celulose microcristalina, crospovidona, estearato de magnésio, indigo carmim FD&C azul, hipromelose, hiprolose, macrogol 400, macrogol 8000 e didxido de silicio, didxido de titanio.

1. PARA

QUE ESTE MEDICAMENTO E INDICADO?

ACTONEL €é destinado ao tratamento da osteoporose (perda de material 6sseo) em mulheres no periodo pés-menopausa com aumento no risco de fraturas.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

ACTONEL é um medicamento 4 base de risedronato sddico, um bisfosfonato piridinil, que inibe a perda de material ésseo e€ preserva a mineralizacfo deste osso.

3. QUANDO NAO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

ACTONEL nfo deve ser utilizado nos seguintes casos:

- pacientes com histdrico de reagdes alérgicas ao risedronato sddico ou a qualquer componente da férmula;

- pacientes com hipocalcemia (diminuigéo da concentracAo de calcio no sangue);

- durante a gravidez, amamentacao;

- em pacientes com insuficiéncia renal severa (reduc&o grave da fungéo dos rins);

- € em pacientes com inabilidade de sentar ou ficar em pé por pelo menos 30 minutos devido ao aumento do risco de efeitos adversos esofagicos (no esdfago).

Este medicamento é contraindicado na faixa etaria pediatrica.

Este medicamento nao deve ser utilizado por mulheres gravidas sem orientacg4o médica.

Este medicamento é contraindicado para uso por pacientes com insuficiéncia renal severa.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

ADVERTENCIAS E PRECAUCOES

Alimentos, bebidas (exceto 4gua) e medicamentos contendo cations polivalentes (tais como: calcio, magnésio, ferro e aluminio), podem interferir na absorcAo dos bisfosfonatos e nio devem ser administrados concomitantemente ao risedronato sédico de ACTONEL. Para alcangar a eficacia planejada, é necessaria uma rigorosa ades&o as recomendagées de uso. (ver item Como devo usar este medicamento?). Para garantir os beneficios de ACTONEL , os pacientes devem tomar o comprimido pelo menos 30 minutos antes da primeira refei¢&o ou bebida (exceto agua) do dia.

Caso vocé opte por tomar o medicamento em outros periodos do dia, vocé deve ingerir o comprimido duas horas antes ou depois de qualquer alimento ou bebida (exceto Agua). N&o deve-se comer ou beber duas horas antes ou apdés o uso do medicamento.

A eficacia dos bisfosfonatos (grupo de medicamentos a qual ACTONEL pertence) no tratamento da osteoporose esta relacionada com a presenca da baixa densidade mineral éssea e/ou fratura predominante.

Fatores de risco clinico para fratura ou idade avangada isoladamente nao s&o motivos para se iniciar o tratamento da osteoporose com um bisfosfonato.

Em mulheres muito idosas (> 80 anos), a evidéncia de manutengao da eficacia de bisfosfonatos, incluindo risedronato sddico, é limitada.

Uma vez que alguns bisfosfonatos estéo relacionados com esofagites (inflamagdo do es6fago), gastrites (inflamacéo do estémago), ulceragdes esofagicas (lesdes no esdfago) e ulceracdes gastroduodenais (lesdes no est6mago e duodeno). Os 1 de 14 pacientes devem estar atentos as instrugdes de dosagem e avisar seu médico sobre qualquer sinal ou sintoma de possivel reacao no esdfago. Assim recomenda-se as seguintes precau¢ées:

- Pacientes que apresentam antecedentes de alteragao no esdfago que retardam o transito ou o esvaziamento do esdfago (ex.

estenose ou acalasia);

- Pacientes com problemas de esdfago, em atividade ou tratados recentemente, ou mesmo outros problemas gastrintestinais superiores (incluindo conhecido esdfago de Barrett);

- Pacientes que sfo incapazes de permanecer em posi¢do ereta (sentados ou em pé) por pelo menos 30 minutos apdés a ingestéo do comprimido.

Vocé deve procurar atendimento médico caso venha a apresentar sintomatologia de irritagéo esofagica como disfagia (dificuldade de deglutig¢4o), odinofagia (dor a degluticao), dor retroesternal (atras do peito) ou aparecimento/piora de azia, especialmente se vocé tem historico de doengas do trato gastrintestinal superior ou que estejam usando aspirina ou outros anti-inflamatérios néo hormonais.

Ha muito pouca experiéncia com risedronato em pacientes com doenga inflamatoria intestinal.

Na experiéncia pos comercializa¢4o, existem relatos de dor musculoesquelética severa em pacientes que utilizam medicamentos bisfosfonados. O tempo para o aparecimento desses sintomas variou de um dia a varios meses apos 0 inicio do tratamento. Caso vocé observe o aparecimento destes sintomas graves, informe seu médico.

O consumo de alcool e cigarro pode piorar seu problema 6ésseo, portanto evite seu consumo excessivo.

A hipocalcemia e outros disturbios ésseos e do metabolismo mineral, como deficiéncia de vitamina D e anormalidades da paratireoide, devem ser tratados antes do inicio do tratamento com ACTONEL. A ingest&o adequada de calcio e vitamina D € importante para todos pacientes, especialmente naqueles com Doenga de Paget (doenca que causa o enfraquecimento e deformacao dos ossos), nos quais a remodelagao (renovag4o) dssea é significativamente elevada.

Os pacientes devem receber suplementacao de calcio e vitamina D, caso a ingest&o na dieta seja inadequada.

A osteonecrose (morte do osso) de mandibula, geralmente associada com extracdo dentaria e/ou osteomielite (infeccao do osso)] foi relatada em pacientes com cancer em regimes de tratamento administracao intravenosa de bisfosfonatos. Muitos destes pacientes também estavam recebendo corticosterdides. Osteonecrose de mandibula também foi relatada em pacientes com osteoporose orais.

infeccao local [incluindo incluindo, principalmente, quimioterapia e recebendo bisfosfonatos Um exame dentario com foco preventivo apropriado deve ser considerado antes do tratamento com bisfosfonatos em pacientes com fatores de risco concomitantes (por exemplo, cancer, quimioterapia, radioterapia, corticosteroides, higiene oral inadequada).

Durante o tratamento, estes pacientes devem, se possivel, evitar procedimentos dentarios invasivos. Para pacientes que desenvolvam osteonecrose de mandibula durante a terapia com bisfosfonatos, uma cirurgia dentaria pode exacerbar a condi¢ao. Para pacientes que requeiram procedimentos dentarios, néo existem dados disponiveis que sugiram se a descontinuacado do tratamento com bisfosfonatos reduz o risco de osteonecrose de mandibula.

O julgamento clinico do médico deve guiar o plano de administrag4o de cada paciente baseado na avaliacao de risco/beneficio individual.

A osteonecrose do canal auditivo externo foi relatada com bisfosfonatos, principalmente em associacao com a terapia de longo prazo. Possiveis fatores de risco para osteonecrose do canal auditivo externo incluem o uso de esteroides e quimioterapia e / ou fatores de risco locais, tais como infeccao ou trauma. A possibilidade de osteonecrose do canal auditivo externo deve ser considerada em pacientes recebendo bisfosfonatos que se apresentam com sintomas de ouvido, incluindo infecgdes de ouvido crénicas.

Fraturas atipicas do fémur Foram relatadas fraturas raras e atipicas do osso da coxa (Fémur) com o uso de bisfosfonatos, principalmente em pacientes que receberam tratamento em longo prazo (mais que 5 anos) para a osteoporose. Essas fraturas obliquas transversais ou curtas podem ocorrer em qualquer lugar ao longo do fémur, mas em geral s4o mais comuns no meio do fémur ou abaixo.

Estas fraturas ocorrem apés o minimo ou nenhum trauma e alguns pacientes experimentam dor na coxa ou na virilha, muitas vezes associadas as caracteristicas de imagem de fraturas por estresse, semanas ou meses antes de apresentar com uma fratura femoral completa. As fraturas sfo muitas vezes bilaterais; portanto, o femur do outro lado também deve ser examinado em pacientes tratados com bisfosfonatos que tenham sofrido uma fratura atipica do fémur. Cicatrizagao deficiente destas fraturas também foi relatada. Deve ser considerada a descontinuacdo do tratamento com bifosfonatos em pacientes com suspeita de uma fratura atipica do femur, com base em uma avalia¢ao beneficio-risco individual.

2 de 14 Durante o tratamento com bifosfonatos, os pacientes devem ser orientados a relatar qualquer dor na coxa, quadril ou na virilha e qualquer paciente que apresente tais sintomas deve ser avaliado para uma fratura de f€mur incompleta.

Gravidez e Estudos em estudos em justificar o Amamentacao animais mostraram que o risedronato atravessa a placenta, no entanto, como ainda nao foram realizados mulheres gravidas, o risedronato deve ser utilizado durante a gravidez somente se o potencial beneficio potencial risco tanto para a m&e quanto para o feto.

Nao se sabe se 0 risedronato é excretado no leite humano, dessa forma, o médico deve avaliar se interrompe a amamenta¢géo ou se suspende 0 uso do medicamento, levando em considerac&o a importancia do medicamento para a mie.

Nao existem dados suficientes sobre o uso de risedronato sddico em mulheres gravidas. Estudos em animais demonstraram toxicidade reprodutiva. O potencial risco para o ser humano é desconhecido. Estudos em animais indicam que uma pequena quantidade de risedronato sdédico passa para o leite materno.

Risedronato sddico nao deve ser usado durante a gravidez ou por mulheres que estao amamentando. (vide 3. QUANDO

NAO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?).

Populacées especiais Crian¢as e adolescentes A seguranca e eficacia de ACTONEL ainda nao foram estabelecidas em criangas e adolescentes. Portanto, o risedronato sddico néo é recomendado para uso em pacientes com menos de 18 anos de idade.

Restric6es a grupos de risco Insuficiéncia renal: nenhum ajuste de dose é necessario para pacientes com insuficiéncia renal leve a moderada. O uso do risedronato é contraindicado em pacientes com insuficiéncia renal severa.

Pacientes com insuficiéncia hepatica: Nao foram realizados estudos para avaliar a seguranga ou a eficacia do risedronato sddico nessa populacdo. O risedronato sddico nao é metabolizado através do figado, portanto, nao ha ajuste de dose em pacientes com insuficiéncia hepatica.

Alteragées na capacidade de dirigir veiculos e operar maquinas Na&o existem estudos que demonstrem que o risedronato interfere na capacidade de dirigir e/ou operar maquinas.

INTERACOES MEDICAMENTOSAS

Interacéo Medicamento-Medicamento Os pacientes em estudos clinicos foram expostos a uma ampla variedade de medicag6es utilizadas concomitantemente (incluindo AINES, bloqueadores H2, inibidores da bomba de protons, antiacidos, bloqueadores dos canais de calcio, betabloqueadores, tiazidas, glicocorticdides, anticoagulantes, anticonvulsivantes, glicosideos cardiacos) sem evidéncia de interacdes clinicamente relevantes.

O risedronato sddico nao é metabolizado sistemicamente, nfo interfere com as enzimas do citocromo P450 (enzima do figado) e apresenta baixa liga¢ao proteica.

Se considerado apropriado, ACTONEL pode ser utilizado concomitantemente com terapia de reposi¢ao hormonal.

Nao foram realizados estudos formais de interac¢4o, no entanto nao foram encontradas interacées clinicamente relevantes com outros medicamentos durante os ensaios clinicos.

A ingestao concomitante de medicamentos contendo cations polivalentes (ex. calcio, magnésio, ferro e aluminio) ira interferir na absor¢ao de risedronato sddico. Esses medicamentos devem ser ingeridos em horarios diferentes, assim como os alimentos.

O uso concomitante com antiacidos pode reduzir a absorcao do risedronato sdédico. Portanto, esses medicamentos devem ser administrados em diferentes periodos.

Interacéo Medicamento-Alimento Alimentos e liquidos (exceto 4gua) podem interferir na absorcao do risedronato. Portanto, ACTONEL deve ser administrado conforme descrito no item “Como devo usar este medicamento?”’.

Informe ao seu médico se vocé esta fazendo uso de algum outro medicamento.

3 de 14 Nao use medicamento sem 0 conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua salide.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

ACTONEL deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C).

Numero de lote e datas de fabricac4o e validade: vide embalagem.

Nao use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Aspecto do medicamento Comprimidos revestidos ovais de coloracao azul clara.

Antes de usar, observe 0 aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e vocé observe alguma mudanca no aspecto, consulte o farmacéutico para saber se podera utiliza-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das criang¢as.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Modo de usar Para assegurar a adequada absorcao nos pacientes que utilizam ACTONEL , deve-se administra-lo antes do café da manha no minimo 30 minutos antes da primeira refeigao, outra medicagao ou bebida (exceto agua) do dia.

A agua € a unica bebida que deve ser tomada com ACTONEL. Deve-se lembrar que algumas aguas minerais possuem alta concentracao de calcio e outros minerais, portanto, nfo devem ser utilizadas.

Vocé deve ficar em pé ou sentado e ingerir o comprimido com quantidade suficiente de agua (pelo menos 120 mL), para facilitar o transporte até o estsmago. O comprimido deve ser ingerido inteiro, sem ser mastigado ou chupado. Vocé nao deve deitar por 30 minutos apds a ingestao de ACTONEL.

Caso opte-se por tomar o medicamento em outro horario, a tomada deve ser feita no minimo 2 horas antes ou apds a ingestao de qualquer alimento ou liquido, exceto agua.

Posologia Uso adulto: a dose recomendada é de 1 comprimido de ACTONEL, por via oral, uma vez ao més. O comprimido deve ser tomado no mesmo dia de cada més.

Posologia em populagées especiais Idosos: nenhum ajuste de dose é necessario.

Pacientes com insuficiéncia renal (reducao da funcao dos rins): nenhum ajuste de dose é necessario para pacientes com insuficiéncia dos rins leve a moderada. O uso do risedronato sddico é contraindicado em pacientes com insuficiéncia dos rins severa.

Risco de uso por via de administracao nao recomendada Nao ha estudos dos efeitos de ACTONEL administrado por vias nao recomendadas. Portanto, por seguranca e para garantir a eficacia deste medicamento, a administracdo deve ser somente por via oral, conforme recomendado pelo médico.

Siga a orientacgdo de seu médico, respeitando sempre os horarios, as doses e a durac4o do tratamento.

N&o interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

Este medicamento n4o deve ser partido ou mastigado.

7.O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Se vocé esqueceu de tomar a dose de ACTONEL vocé deve proceder da seguinte forma:

= Se a dose do préximo més estiver programada para ser tomada em oito dias ou mais, o comprimido deve ser tomado na manha apos o paciente ter relembrado. Os pacientes devem entao retornar a administragao de ACTONEL no dia em que o comprimido é normalmente tomado.

= Se a dose do préximo més estiver programada para ser tomada em 7 dias ou menos, os pacientes devem aguardar o dia do préximo més originalmente planejado e entéo continuar tomando ACTONEL no dia previamente definido.

Nao devem ser tomados dois comprimidos na mesma semana.

4de 14 Em caso de duvidas, procure orientacao do farmacéutico ou de seu médico.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Reac&o muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que usam este medicamento); Reag4o comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que usam este medicamento); Reacdéo incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que usam este medicamento); Reac4o rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que usam este medicamento); Reac&o muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que usam este medicamento).

Distirbios do sistema nervoso:

Comum: cefaleia (dor de cabeca) Distirbios oculares:

Incomum: irite* (inflamagao da iris) Disturbios gastrintestinais: Comuns: constipacdo (prisao de ventre), dispepsia (ma digestao), nausea, dor abdominal, diarreia, vOmitos.

Incomuns: gastrite (inflama¢ao do est6mago), esofagite (inflamagao no esdfago), disfagia (dificuldade para engolir), duodenite (inflag¢ao do duodeno), tlcera de esdfago.

Raros: glossite (inflac&o da lingua), estenose esofagica (estreitamento do eséfago).

Disturbios musculoesqueléticos e de tecidos conectivos:

Comum: dor musculoesquelética, artralgia (dor das articulagées), mialgia (dor muscular).

Investigacées (hepatobiliares):

Raro: testes de funcgao hepatica anormais.* * Nao houve incidéncia relevante nos estudos fase III para osteoporose; frequéncia baseada em eventos adversos/ laboratoriais / reintroducgao em estudos clinicos precoces.

Disturbios gerais:

Comum: reacées de fase aguda (febre e/ou sintomas semelhante a gripe) Relatos laboratoriais: foram observados em alguns pacientes leves diminuic6es nos niveis de calcio e fosfato, as quais foram precoces, transitérias e assintomaticas.

AS seguintes reagdes adversas adicionais foram relatadas durante o uso pés-comercializa¢ao (frequéncia desconhecida):

Disturbios oculares:

Inflagao da iris e da tvea.

Disturbios musculoesqueléticos e de tecidos conectivos:

Osteonecrose (morte do osso) de mandibula Disturbios cutaneos e do tecido subcutaneo:

Hipersensibilidade e reagdes cutdneas (reagées da pele), incluindo angioedema (inchaco da mucosa ou pele), rash generalizado (vermelhidao) urticaria e reagdes bolhosas de pele, algumas severas incluindo relatos isolados de Sindrome de Stevens-Johnson (forma grave de reag4o alérgica caracterizada por bolhas em mucosas e grandes areas do corpo), necrolise epidérmica toxica (grandes extensdes da pele ficam vermelhas e morrem) e vasculite leucocitoclastica.

Perda de cabelo.

Disturbios do sistema imunoldgico:

Reagées anafilaticas (reacao alérgica grave).

Disturbios hepatobiliares:

Disturbios hepaticos graves. Na maioria dos casos relatados os pacientes também foram tratados com outros produtos conhecidos por causar disturbios hepaticos.

Durante a experiéncia pés-comercializaga4o, as seguintes reacdes foram relatadas:

Raros: fraturas subtrocantérica atipica e femorais diafisarias (reacdo adversa da classe do bisfosfonato).

Muito raros: osteonecrose do canal auditivo externo (reagao adversa da classe do bisfosfonato) Informe ao seu médico ou farmacéutico 0 aparecimento de reacées indesejaveis pelo uso do medicamento. Informe também a empresa através do seu servico de atendimento.

5 de 14

9. O QUE FAZER SE ALGUEM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Nenhuma informagio especifica esta disponivel sobre o tratamento de superdosagem aguda com ACTONEL.

Pode ser esperada uma diminuigao de calcio no sangue apés superdose substancial. Os sinais e sintomas de hipocalcemia também podem ocorrer em alguns destes pacientes.

A administragao de leite ou antidcidos contendo magnésio, calcio ou aluminio podem ajudar a reduzir a absorgdo de tisedronato sédico. Em casos de superdosagem substancial, a lavagem gastrica pode ser considerada para remover 0 tisedronato sédico nao absorvido.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico ¢ leve a embalagem ou bula do medicamento, se possivel. Em caso de intoxicac&o ligue para 0800 722 6001, se vocé precisar de mais orientagGes.

DIZERES LEGAIS VENDA SOB PRESCRICAO MEDICA

MS 1.1300.0269 Farm. Resp.: Silvia Regina Brollo CRE-SP n° 9.815 Registrado por:

Sanofi-Aventis Farmacéutica Ltda.

Av. Mj. Sylvio de M. Padilha, 5200 — Sao Paulo — SP CNPJ 02.685.377/0001-57 Indastria Brasileira Fabricado por:

Norwich Pharmaceuticals, Inc.

6826 State Highway 12, Norwich, New York (NY) 13815 Estados Unidos da América Embalado por:

Warner Chilcott Deutschland GmbH Dr. Otto Rohm Strasse, 2-4, 64331 Weiterstadt - Alemanha Importado por:

Sanofi-Aventis Farmacéutica Ltda.

Rua Conde Domingos Papaiz, 413 - Suzano - SP CNPJ 02.685.377/0008-23 ®Marca Registrada 3 0800-703-0014 [email protected] %, we Atendimento ao Consumidor + es

NEANA

iy, arco & IB161015A Esta bula foi aprovada pela Anvyisa em 04/10/2017.

6 de 14

NOD OW OSL

eo Asa

LX ONI OAdNY

49 19 AaY

WO) OW OSL

| SAA | SdN/dA | ‘6 / 2YVSNVO AW 3AGOd

OLNAWNVOIGAW ALS3

AND SAIVW SO SIVND ‘8

SAQOVUYALNI SVSOLNANVOIGAW 4d SVIONALYSAGV

\"9 8 SHQONVOSYd

Ad SALNV

9p Z1/09 90u oedsel9 — BINg EP O}xE] ~OAON -(LS¥0L)

OLNAWVOIGAW

21/09 OGY — Bing VLOZ/90/1 1b -¢ycounawvoigan | 9H0Z/1H/E0 | Sp oeseounon | -r7 iceeeest gLoz/Li/eo |

ALSA YVSN

Yagvs OAR SND O \'v ‘2

SVOISOIOOVNAVS

SVOILSIHALOVYEVD “© VIOVolsa sieba7] soleziq

4d SOQVLINSSY SHQSVYALNI SVSOLNANVOIGAW 4 SVIONSLYSAaV

0

~PL/ESEP9P0 oedeaoide a}UsIpedxa | a}UaIpadxa ep ejeg ojunssy “ON op ejeq ejng e1aze anb oesesyNou/oedsijed ep sopeg Op O}X9] 8p JEllu|

\'G / ECOLNAWNVOICGAW

ALSAYVSN AG SSALNV | VLOZ/90/bb | OBSN}U] - OAON Yaavs OAR AN O \'¥

OLNAWVOIGAW

- 8S701

SHQSVOIGNIVYLNOO

‘vy / COLNANVOIGAWN 41S Y¥vsn OYN OGNVND ‘€ OA3d ejnq ap sua}| seing ap sagdsesa}e sep sopeq sepeuolejal (SdA/dA) saosejuasaidy | sagsia/ ejng e eed oedsesa}y ap O201SIH qg oxouy one —einge ZL/09 ~ op oe a aay — OAON 3}]UsIpedxa op ejeq O-VL/ESEV9VO | VLOZ/9O/LL epoedeoynon | 9-2T/seggest | gLOZ/LL/E0

OLNAWVOIGAWN

-(LSPOL) 21/09 OGY — BINg Op OFX] SP JEllu| oOesn|su| - OAON

OLNAWVOIGAW

- 8S701 3}]UsIpedxa “ON ed1U0.1}a]/3 OBSSIWIqns ep sopeq ojunssy L X ONI OAd/1V

Td LO AY WOO SW OSL

SdN/dA SIVD371 S3Y3ZId SIVD371 S3Y3ZId ASOdYAdNs ‘OL / COLNANVOIGAW

ALS3d VAVSIGNI V AND Od YOIVW SQVGILNVNOD VINN aVvSN WANS TV

AS Y¥AZV4A AND O\'6 SVSHSAGV SaQS9VaHy 2102/01/70 - (LS01) 21/09 OGY — BING ap oO}xXO] ap oedseJely

ap OPSPOYIION

— OAON

OLNANVOIGAWN

ZL02/01/70 -(LS01) ZL/09 Oddy — BINg sp O}X8 | Sp oBdeudIV ap oRPdeOyNON — OAON

OLNAWVOIGSAW